ABiogás promove a sétima edição do seu seminário técnico para debater os atributos do biogás

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Webinar vai reunir especialistas do setor no próximo dia 10 de junho, das 14h às 18h, em dois painéis online e gratuitos
 
No próximo dia 10 de junho, a ABiogás (Associação Brasileira do Biogás) vai promover a sétima edição do seu Seminário Técnico, que será online e gratuito. Este ano, os debates vão girar em torno dos “Atributos do Biogás”, a fim de tornar mais conhecida esta fonte de energia renovável, que, só no ano passado, registrou um crescimento de 22%. O evento será realizado das 14h às 18h, e as inscrições podem ser feitas no site oficial do Seminário Técnico da ABiogás 2021.
 
Para o presidente da ABiogás, Alessandro Gardemann, a escolha do tema não poderia ser mais pertinente. “O biogás, assim como as demais fontes, tem seus atributos específicos, que definem o valor que é agregado ao sistema. Por isso, acreditamos que temos de diferenciar e reconhecer o valor que o biogás pode dar ao sistema elétrico, com os seus atributos próprios que o diferenciam das demais fontes. Daí ser tão importante promovermos este seminário para mostrar essas qualidades específicas do biogás”, comentou.
 
Segundo cálculos da ABiogás, o Brasil tem o maior potencial do mundo para a produção de biogás, no entanto, menos de 2% é aproveitado. Se todo o volume de resíduos orgânicos oriundos do saneamento e da agroindústria fosse utilizado, seria possível substituir 70% do consumo nacional de diesel e 34% da demanda por energia elétrica. Ou seja, o biogás, além de ser uma fonte limpa e renovável de energia, também é capaz de dar uma destinação adequada aos passivos ambientais produzidos por estes setores.
 
No entanto, o energético ainda é pouco conhecido pela sociedade, mesmo com a expansão do uso da fonte que vem sendo registrada nos últimos anos. O objetivo do seminário, portanto, é mudar este cenário, compartilhando informações principalmente a respeito das qualidades do biogás, que pode substituir o gás natural fóssil não apenas na geração elétrica, mas também como combustível em veículos, a partir de sua purificação para o biometano padrão ANP.
 
Segundo Gardemann, além dos ganhos ambientais, o biogás apresenta outra vantagem importante: a previsibilidade de preço. “Este é um diferencial em relação ao gás natural de origem fóssil, já que seu valor não é atrelado à cotação do dólar ou aos preços no mercado internacional”, avaliou.
 
Programação
 
O seminário terá dois painéis. O primeiro vai discutir “Os Atributos do biogás ao setor elétrico” e terá como palestrantes Agnes Maria de Aragão da Costa, chefe da Assessoria Especial em Assuntos Regulatórios do Ministério de Minas e Energia; Maria João Rolim, sócia da área de energia do escritório Rolim, Viotti, Goulart, Cardoso Advogados; Alexandre Nunes Zucarato, diretor de Planejamento do ONS; e Paulo Cunha, consultor da Fundação Getúlio Vargas.
 
O segundo painel vai abordar a “Valorização de benefícios ambientais no setor energético”. Participam da mesa: Isabela Coutinho, Analista Sênior ASG da SITAWI Finanças do Bem; Luciano Rodrigues, assessor econômico da UNICA; Pietro Mendes, diretor do departamento de biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia; e Gonçalo Pereira, professor titular da Unicamp.

Comente aqui:

Sobre a Abiogás

Desde 2013, a ABiogás é o canal de interlocução entre o setor de biogás e sociedade civil, os Governos Federal e estaduais, as autarquias e os órgãos responsáveis pelo planejamento energético brasileiro.

Posts Recentes

Curta nossa página: