Novas concessões de saneamento elevam demanda por equipamentos para geração do biogás

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

 

GEMÜ Válvulas e Sistemas de Medição e Controle traz ao Brasil expertise de instalações em todo o mundo

Além da melhoria da cobertura de saneamento para a população brasileira, a nova legislação referente às concessões desse serviço no Brasil tende a ampliar os investimentos em biogás. Trata-se de uma área que requer equipamentos e tecnologias específicas para aumentar a oferta atual, que representa 8,9% da matriz energética do país (entre biogás e biomassa).

A GEMÜ Válvulas e Sistemas de Medição e Controle contribui nesse mercado com o seu conhecimento técnico e sua experiência internacional em sistemas de geração de energia. Há quase 40 anos no Brasil, a GEMÜ é líder mundial na fabricação de válvulas, sistemas de medição e controle que oferecem cuidado e precisão a diversos setores da indústria, como siderurgia, fertilizantes, setor automobilístico, petróleo & gás, farmacêutico, alimentos, cosméticos, biotecnologia, entre outros.

Neste ano, traz ainda como novidade ao Brasil o sistema CONEXO, desenvolvido na Alemanha para oferecer rastreabilidade de válvulas e seus componentes na manutenção e monitoramento de plantas, tecnologia baseado em RFID (radiofrequência). Equipamentos de fornecedores terceiros também poderão ser integrados correspondentemente. Essa é uma das soluções lançadas pela startup Inevvo Solutions, criada pela GEMÜ em 2018 para desenvolver soluções para a Indústria 4.0.

Com mais de 1.900 colaboradores ao redor do planeta, a GEMÜ tem no Brasil uma equipe de 100 funcionários, divididos entre São José dos Pinhais e São Paulo, onde mantém escritório.

Na Alemanha, país sede da empresa, e ao redor do mundo a GEMÜ tem aplicações na área de biogás – com destaque para plantas de geração a partir de grama em que sua tecnologia, produtos e know-how permitem a transferência do gás sem vazamentos ou contaminações. Para isso, destaca-se o uso da válvula borboleta, com possíveis usos para a válvula diafragma também, carro-chefe da GEMÜ.

Com investimentos constantes e a manutenção do direcionamento legal, espera-se que essa fonte proveniente de resíduos e totalmente renovável agregue em quantidade e qualidade à matriz energética brasileira de forma sustentável.

Sobre a GEMÜ – A filial da multinacional alemã criada por Fritz Müller na década de 1960 disponibiliza ao mercado brasileiro válvulas de extrema eficiência e qualidade. A planta situada em São José dos Pinhais (PR), que conta com 100 colaboradores e completa 40 anos em 2021, produz válvulas e acessórios para o tratamento de água e efluentes em indústrias de todas as áreas, como siderurgia, fertilizantes e setor automobilístico, bem como para integrar sistemas de geração de energia. Na área de PFB (farmacêutica, alimentícia e biotecnologia), a GEMÜ é líder mundial e vende para toda a América Latina produtos de alta precisão, com atendimento local, além de consultoria com profissionais capazes de orientar na escolha da melhor solução em válvulas para cada aplicação. Mais informações: https://gemu-group.com/pt_BR/

 

Comente aqui:

Sobre a Abiogás

Desde 2013, a ABiogás é o canal de interlocução entre o setor de biogás e sociedade civil, os Governos Federal e estaduais, as autarquias e os órgãos responsáveis pelo planejamento energético brasileiro.

Posts Recentes

Curta nossa página: