O que podemos esperar do setor de biogás e biometano brasileiro nos próximos anos?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A ABiogás enxerga o biometano como combustível chave na transição energética dada a sua intercambialidade com o gás natural. Esse é o caminho que está sendo trilhado em diversos países do mundo, com o direcionamento do biogás para a produção de um combustível com pegada negativa de carbono, que pode ser utilizado pelas indústrias e residências, além de contribuir para a descarbonização do setor de transportes.

A abertura do mercado de gás brasileiro traz oportunidades para o biometano, uma vez que eles são equivalentes e intercambiáveis. O biogás pode ser produzido em todas as regiões do país, principalmente no interior, garantindo a oferta do combustível em áreas ainda não integradas por meio da rede de gasodutos. Por isso, o biogás complementa o mercado do seu substituto fóssil, auxiliando na criação da demanda e atração de investimentos regionais, com a instalação de indústrias que precisam desse energético.

Além das oportunidades no setor industrial, que necessita de gás a preços competitivos, o setor de transportes representa um gigantesco mercado a ser explorado, uma vez que já temos produção de veículos pesados a gás natural e que o uso de combustíveis menos poluentes são tendência inequívoca para promover a melhoria da qualidade do ar, especialmente nos grandes centros urbanos.

A existência de demanda é fator crítico para investimentos na produção e escoamento de gás natural e também do biometano, por isso este mercado ainda está apenas começando no país. Do total de mais de 500 usinas de biogás operando no país, menos de 10% produz de biometano, totalizando cerca de 2 milhões de m³/dia.

Na semana passada, a empresa Golar Power anunciou que tem intenção de comprar 5 milhões de m³/dia de biometano e isso representa mais do que triplicar a produção atual. Só que essa chamada vai muito além de ser um marco apenas para a indústria de biogás. Ela representa ganhos ainda incalculáveis para o país com o maior potencial de produção de biogás do mundo.

Em primeiro lugar, a chamada de compra da Golar incentiva os investimentos em novos projetos, já que a empresa está garantindo a demanda. A garantia de compra também é fator chave para a obtenção de financiamentos por parte dos produtores de biometano. A iniciativa é, ainda, um forte incentivo para outras empresas enxergarem o biogás como uma excelente alternativa renovável aos combustíveis fósseis, permitindo reduzir a pegada de carbono dos seus produtos.

Como ganhos ao país, destaca-se que boa parte do gás natural é importado, o que significa que estamos financiando a geração de empregos e a economia de outros países, enquanto o biogás pode ser produzido aqui, fomentando toda uma cadeia produtiva, gerar emprego e renda no interior do país, e aumentar a arrecadação nacional, com um ciclo virtuoso para a economia. Com o desenvolvimento de novos projetos, os custos também vão cair, aumentando as oportunidades de mais investimentos.

Por fim, ainda há os benefícios ambientais que o biogás proporciona ao gerar valor a partir de resíduos, transformando passivos ambientais (resíduos potencialmente poluidores) em ativos energéticos.

A ABiogás parabeniza a Golar por essa inciativa que já está contribuindo para construir um país melhor! E segue com a certeza de que ações como essas serão cada vez mais replicadas.

Mais informações sobre a Chamada Pública neste link: https://www.golarpower.com.br/chamadabiometano/

Comente aqui:

Sobre a Abiogás

Desde 2013, a ABiogás é o canal de interlocução entre o setor de biogás e sociedade civil, os Governos Federal e estaduais, as autarquias e os órgãos responsáveis pelo planejamento energético brasileiro.

Posts Recentes

Curta nossa página: