Usina do CE deve captar R$ 3,6 mi em crédito de descarbonização

30 de dezembro de 2019 / Comments (0)

Destaques Imprensa

O Ceará vai ser o primeiro Estado do País a emitir créditos de descarbonização (Cbios) de biometano, a partir de janeiro de 2020. A iniciativa faz parte da Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio), lançada em 2016 pelo Ministério de Minas e Energia, que visa garantir – por meio dos Cbios – receita adicional ao produtor de biocombustível pela redução de emissões de gases de efeito estufa proporcionada pelo uso de etanol, biodiesel e biometano.

A autorização para a emissão está baseada na Usina de Gás Natural Renovável Fortaleza (GNR Fortaleza), instalada no Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia (Asmoc). Segundo Thales Motta Júnior, diretor da usina, a expectativa é emitir no próximo ano cerca de 90 mil Cbios. Cálculos preliminares apontam que os créditos devem injetar na empresa aproximadamente R$ 3,6 milhões.

Saiba mais aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *