ABiogás seleciona FG/A Gestora de Recursos como entidade Gestora do Fundo Garantidor

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A ABiogás selecionou nesta segunda-feira (13/06) a entidade gestora do Fundo Garantidor de Biogás. Os próximos passos definirão a estruturação do fundo para que ele esteja operacional até o final do ano.

 

O Edital de Seleção de Entidade Gestora de Biogás foi publicado no dia 01 de fevereiro de 2022, tendo recebido propostas até o dia 08 de março. Após avaliação das propostas técnica e comercial, foram selecionados os proponentes para a segunda fase, que ocorreu no dia 24 de maio. O Comitê de Seleção da ABiogás deliberou, nesta segunda-feira (13/06) a escolha da FG/A Gestora de Recursos como entidade gestora do fundo.

 

A FG/A foi fundada em 2005 com o objetivo de atuar como consultoria para captação de recursos destinados para investimento em projetos, iniciando suas atividades com foco em projetos de cogeração de energia no setor sucroenergético. Tendo em vista a competitividade dos projetos de investimento em cogeração, a FG/A percebeu uma oportunidade em expandir sua área de atuação e, desde 2007, passou a ter área dedicada para projetos de Energia. Em 2021, o grupo adquiriu uma gestora que passou a ser chamada de FG/A Gestora de Recursos Ltda que tem como objetivo utilizar toda a experiência da equipe da FG/A para a distribuição, originação e estruturação de operações.

 

Esse fundo tem como objetivo remover um dos principais gargalos na obtenção de financiamentos, que é a exigência de apresentação de altas garantias pelos empreendedores de projetos de biogás. O Fundo Garantidor de Biogás foca na fase de construção dos projetos, amparando empreendedores que não têm garantias, ou que já tenham garantias travadas em outros projetos, como ocorre bastante no setor agropecuário.

 

Desde o ano passado a ABiogás vem trabalhando em parceria com o Global Innovation Lab for Climate Finance, que identifica, desenvolve e lança instrumentos financeiros inovadores que podem atrair bilhões em investimentos privados para ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável.

 

Deste trabalho, resulta o primeiro instrumento financeiro voltado para o setor de biogás e biometano. A ABiogás estima que, em sua primeira fase, o fundo pode captar até 300 milhões de reais em investimentos, cujas cotas poderão ser dadas em garantias em projetos de biogás e biometano. Nessa fase inicial, o fundo poderá alavancar até 15 projetos de pequeno e médio porte.

 

Os próximos passos deste trabalho definirão a estruturação do Fundo Garantidor de Biogás em conjunto com o gestor selecionado, para que ele esteja operacional até o final do ano.

 

Sobre o setor de biogás – O biogás é uma fonte firme de energia renovável, obtido a partir de resíduos da agroindústria, pecuária e saneamento, que pode ser utilizado tanto para a geração de energia elétrica ou ser purificado para produção de biometano, biocombustível gasoso equivalente e intercambiável ao gás natural. Entre 2019 e 2021, o setor de biogás dobrou sua capacidade de produção, com a instalação de 140 novas plantas adicionando 38 MW na geração de energia elétrica e 120 mil m³/dia de biometano, trazendo investimentos da ordem de R$ 4 bilhões. A expectativa é de que o setor tenha um crescimento de 100% até 2023 em produção de biometano.

Comente aqui:

Sobre a Abiogás

Desde 2013, a ABiogás é o canal de interlocução entre o setor de biogás e sociedade civil, os Governos Federal e estaduais, as autarquias e os órgãos responsáveis pelo planejamento energético brasileiro.

Posts Recentes

Curta nossa página: